Cotidiano

Nesta semana, MS segue com a maior ocupação de UTIs Covid-19 do Brasil

Nesta quinta-feira (15), a ocupação das UTIs é de 100% e não existem vagas para novas internações

Dândara Genelhú Publicado em 15/04/2021, às 17h16

MS está em situação crítica nas UTIs desde março.
MS está em situação crítica nas UTIs desde março. - Foto: Reprodução/ HRMS

Mais uma semana da pandemia se passou e Mato Grosso do Sul continua sendo o estado com maior ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19 do Brasil. De acordo com o boletim da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), MS teve 100% de ocupação nestes leitos. 

Os dados foram publicados na última quarta-feira (14) e são referentes a semana de 5 a 12 de abril. Então, o Estado é o único que atingiu lotação máxima neste período. 

A situação é considerada crítica, para a Fundação. Desde 1º de março, MS está com o mesmo cenário preocupante e lotação acima dos 80%. 

Nesta quinta-feira (15), MS está com 100% de ocupação dos leitos UTI Covid-19. Assim, são 579 pessoas sendo atendidas em estado grave da doença. Ou seja, não há vagas para novas hospitalizações nestes leitos.

O índice é apontado pelo Painel Mais Saúde, da SES (Secretaria de Estado de Saúde). A atualização utilizada para a matéria é das 17h. Além disto, o Estado também possui leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid-19. 

Então, os 63,42% de lotação fazem 801 leitos serem ocupados por pacientes Covid-19. Assim, sobram 462 vagas para novas internações. 

Jornal Midiamax