Cotidiano

Nas primeiras semanas de 2021, MS registrou 301 mortes decorrentes do coronavírus

Mato Grosso do Sul começou o ano com uma média alta de casos e mortes por coronavírus. Somente nesta sexta-feira (15), foram registrados mais 23 mortes por Covid-19. Nos primeiros 15 dias do ano, o Estado confirmou 301 óbitos causados pela doença, ou seja, uma média de 20 mortes por dia. Os dados são do […]

Mylena Rocha Publicado em 15/01/2021, às 14h36

 (Foto: Marcos Morandi)
(Foto: Marcos Morandi) - (Foto: Marcos Morandi)

Mato Grosso do Sul começou o ano com uma média alta de casos e mortes por coronavírus. Somente nesta sexta-feira (15), foram registrados mais 23 mortes por Covid-19. Nos primeiros 15 dias do ano, o Estado confirmou 301 óbitos causados pela doença, ou seja, uma média de 20 mortes por dia.

Os dados são do boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde), que começou o ano com 2.347 mortes. Nesta sexta-feira (15), MS já contabiliza 2.648 óbitos. É preciso explicar que os dados representam o número de mortes que foram confirmadas para coronavírus nos primeiros dias do ano. 

A SES também tem dados sobre o número de pessoas que de fato morreram nos primeiros dias de 2021: ao todo, foram 272 vítimas do coronavírus. Na live desta sexta (15), o secretário Geraldo Resende explicou que Mato Grosso do Sul está estável no número de casos e mortes, mas o problema é que o Estado estabilizou em um nível alto. Somente nos últimos 7 dias, MS teve uma média de 966 novos casos e 19,6 mortes por dia.

Outro dado importante para entender a pandemia no estado é que a semana epidemiológica, que começou no domingo (10) e termina neste sábado (16) deve fechar com menos casos registrados que a semana anterior. Porém, o dado não reflete em uma queda de casos de coronavírus. A secretária adjunta Christine Maymone frisou que não é hora de comemorar e que o número menor de casos em comparação à semana anterior se deve aos municípios, que não encerraram os casos. O Estado tem 7.484 casos sem encerramento e a SES pede que os secretários municipais fechem os dados.

Jornal Midiamax