Cotidiano

Já viu por aí? postes 'diferentões' chamam a atenção pelas ruas de Campo Grande

Estruturas foram instaladas sem placas ou avisos e deixaram os moradores curiosos

Gabriel Neves Publicado em 31/05/2021, às 11h50

Postes foram instalados em diversas ruas da capital.
Postes foram instalados em diversas ruas da capital. - (Foto: Reprodução/Fala Povo)

A instalação de postes de aço nas calçadas de Campo Grande está intrigando os moradores da capital, que relatam não saber se a estrutura se trata de um objeto artístico, de monitoramento ou construção. Muitos deles foram percebidos nesta segunda-feira (31) pelas ruas. 

Conforme relatos de leitores, os objetos foram vistos em diversos locais da cidade, mas sem placas ou qualquer tipo de aviso.

Mas o que são?

Os objetos se tratam de monotubulares de aço galvanizado, popularmente conhecidos como postes de energia elétrica. Eles estão sendo instalados pela Energisa, concessionária de energia elétrica que atende Campo Grande.

Em nota, a concessionária afirmou que os objetos possuem 138 mil volts e a instalação faz parte do plano de expansão da rede elétrica em Campo Grande. Confira a nota na íntegra:

"A Energisa esclarece que o poste é de energia elétrica de 138 mil volts e faz parte do plano de expansão da rede elétrica na Capital respeitando os padrões técnicos regulamentados pela ANEEL. A estrutura é de uma linha de transmissão e está sendo instalada para alimentar a nova Subestação Progresso, em Campo Grande, prevista para operar a partir de 2022. O poste é monotubular de aço galvanizado e resistente à corrosão.

A Energisa alerta a população para não se aproximar de cabos ou postes com fiação elétrica caídos ao chão, pois podem representar riscos à segurança. Nestes casos, o cliente deve isolar a área e entrar em contato com a empresa pelo 0800 722 7272, canais digitais de atendimento (Gisa pelo número 67 99980-0698 e app Energisa ON) ou site www.energisa.com.br."

E atenção: Por se tratar de uma estrutura que conduz energia elétrica, recomenda-se que a população não se aproxime dos objetos.

Whatsapp: Fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo Whatsapp da redação, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviadas para a redação por este número. 

Jornal Midiamax