Cotidiano

Não fique de fora como Bolsonaro, saiba como emitir certificado digital de vacinação oficial

Vários países já abriram as fronteiras para brasileiros vacinados

Gabriel Maymone Publicado em 20/09/2021, às 07h40

Sem comprovante de vacinação, Bolsonaro e ministros ficaram de fora de restaurante em Nova Iorque
Sem comprovante de vacinação, Bolsonaro e ministros ficaram de fora de restaurante em Nova Iorque - Reprodução

Foto em que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a comitiva de ministros estão comendo do lado de fora de um restaurante em Nova Iorque (Estados Unidos) por não terem o comprovante de vacinação viralizou. Se você não quer ficar de fora, saiba como obter o Certificado Nacional de Vacinação específico para covid.

Todos os brasileiros que já tenham tomado ao menos uma dose podem obter o documento digital, que é emitido pelo Ministério da Saúde de forma eletrônica, por meio do site e do aplicativo do Conecte SUS. 

Esse documento é uma comprovação legal da conclusão do esquema vacinal e pode ser usado para aqueles que desejam viajar para o exterior, em países que permitem a entrada de estrangeiros, mediante a apresentação de comprovante de vacinação.

Entretanto, o certificado não possui validade internacional. Portanto, fica a critério de cada país aceitá-lo ou não. É recomendado que aqueles que pretendem viajar para fora do Brasil consultem a informação mais atualizada junto à embaixada do país de destino.

Alguns países como Suíça e França anunciaram a abertura de fronteiras para os brasileiros que já estão vacinados. Veja lista atualizada e critérios de entrada em vários países neste link.

Como emitir o Certificado Nacional de Vacinação?

Para emitir é necessário baixar o aplicativo ConecteSUS no smartphone, realizar o login pelo acesso único do governo federal gov.br e acessar os dados da campanha de vacinação até emitir o seu certificado. O processo também está disponível no site. 

O documento poderá ser emitido em 3 idiomas: português, inglês e espanhol. As informações apresentadas são dados cadastrais do vacinado (nome, data de nascimento, sexo, CPF), data e horário da emissão do certificado, dados de autenticação do certificado, e informações sobre as doses de vacinas administradas (data de aplicação, instituição responsável pela fabricação ou importação da vacina, nome da vacina, descrição da dose, lote e estabelecimento de saúde).
Jornal Midiamax