Cotidiano

Na semana de Carnaval, operação terá 46 agentes em fiscalização 24h em Campo Grande

A Sesdes (Secretaria Municipal Especial de Segurança e Defesa Social) divulgou nesta segunda-feira (8) o plano de segurança para evitar aglomerações e festas de Carnaval que, consequentemente, podem aumentar casos da Covid-19 em Campo Grande. Conforme o planejamento da prefeitura, 46 agentes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e 30 viaturas devem estar realizando fiscalização e […]

Karina Campos Publicado em 08/02/2021, às 16h58 - Atualizado às 17h59

 (Foto: Divulgação/GCM).
(Foto: Divulgação/GCM). - (Foto: Divulgação/GCM).

A Sesdes (Secretaria Municipal Especial de Segurança e Defesa Social) divulgou nesta segunda-feira (8) o plano de segurança para evitar aglomerações e festas de Carnaval que, consequentemente, podem aumentar casos da Covid-19 em Campo Grande.

Conforme o planejamento da prefeitura, 46 agentes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e 30 viaturas devem estar realizando fiscalização e monitoramento preventivo de 12 a 14 de fevereiro deste ano. A operação tem objetivo de cumprir as normas e decretos para prevenção de controle da doença, como o toque de recolher, proibição de festas e aglomeração de moradores.

Um estudo foi feito pela secretaria para identificar áreas e possíveis pontos que podem ser utilizados para a realização de eventos clandestinos, sem autorização de alvarás, como locais com espaços amplos e capacidade de ‘ajuntamento’ de foliões.

O levantamento também aponta que a GCM identificou três pontos propícios de gerar aglomeração como os altos da Avenida Afonso Pena, mirante de Aeroporto Internacional de Campo Grande e a Esplanada Ferroviária. As equipes também vão monitorar a Praça do Papa, Lagoa Itatiaia e Orla morena.

As equipes estarão fiscalizando os locais 24 horas por dia e abordando os moradores que insistem em descumprir as medidas de biossegurança, em casos necessários, podem ser encaminhados para a delegacia.

Cavaletes, cones, tapumes e estruturas metálicas serão utilizadas nos casos em que os locais precisem de isolamento na via.

Festas proibidas

O governador de Mato Grosso do SulReinaldo Azambuja (PSDB), assinou decreto proibindo qualquer festividade que possa causar aglomeração na semana do Carnaval. O texto foi publicado na edição desta segunda-feira (8) do DOE (Diário Oficial Eletrônico).

Para minimizar o avanço da pandemia de Covid-19, a partir da próxima sexta-feira (12), estão vedados eventos em vias públicas ou qualquer tipo de aglomeração nestes locais; shows em espaços abertos e fechados; e eventos em clubes ou salões que não permitam o distanciamento de 1,5m.

Jornal Midiamax