Cotidiano

Municípios que aplicaram 70% das doses terão prioridade em receber mais vacina, alerta SES

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, alertou para que os municípios agilizem a vacinação contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Para evitar perdas de doses e insumos, as próximas distribuições do imunizante irão priorizar municípios que tiverem aplicado mais de 70% das doses que foram enviadas. “Queria solicitar aqui e, mais uma vez, […]

Gabriel Maymone Publicado em 19/02/2021, às 11h32 - Atualizado às 11h48

Imagem ilustrativa. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Imagem ilustrativa. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Imagem ilustrativa. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

O secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, alertou para que os municípios agilizem a vacinação contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Para evitar perdas de doses e insumos, as próximas distribuições do imunizante irão priorizar municípios que tiverem aplicado mais de 70% das doses que foram enviadas.

“Queria solicitar aqui e, mais uma vez, dizer que terão preferência para recebimento de novas doses de vacinas que ultrapassou 70% da aplicação [de doses] que foram remetidas na 1ª, 2ª, 3ª e 4ª remessa. Os municípios que estão atrasados, apliquem as vacinas que estão sob seu poder, para poder acessar as doses que chegarão a partir de terça-feira”, disse Geraldo Resende durante a live de apresentação do boletim da Covid-19.

O Ministério da Saúde anunciou que uma nova remessa da vacina contra Covid-19 deve ser enviada aos estados na terça-feira (23). Inicialmente, foi informado de que o número que chegaria a MS seria de 93.044 doses, mas houve atraso na entrega por parte do Instituto Butantan. Assim, MS deve receber cerca de 29 mil doses.

Ritmo de vacinação em MS

O ‘vacinômetro’ mostra que Mato Grosso do Sul já aplicou pelo menos a 1ª dose da vacina contra Covid-19 em 106.252 pessoas até a manhã desta sexta-feira (19). Desses, 31.452 já tomaram a 2ª dose.

Conforme o painel da SES (Secretaria de Estado de Saúde), os municípios aplicaram 137.708 doses da vacina, das 222.711 recebidas do Ministério da Saúde.

Assim, 66.846 profissionais de saúde foram vacinados. Já entre os indígenas aldeados, foram 40.587 doses aplicadas. No grupo dos idosos a partir de 80 anos, foram 27.141 doses e outras 3.107 a pessoas e funcionários que vivem em asilos.

Jornal Midiamax