Cotidiano

Mulher de 37 anos afirma ser filha primogênita de Maradona

Uma mulher de 37, encaminhou seu documento a um jornal argentino e comunicou que era filha primogênita de Maradona. Damaris Alejandra Maradona expôs que tem o mesmo sobrenome do ex-jogador e tem um teste de DNA positivo também. O craque faleceu em novembro do ano passado, mas a suposta filha diz que não quer nenhum […]

Carolina Rocha Publicado em 27/01/2021, às 16h46 - Atualizado às 17h03

Foto: reprodução
Foto: reprodução - Foto: reprodução

Uma mulher de 37, encaminhou seu documento a um jornal argentino e comunicou que era filha primogênita de Maradona. Damaris Alejandra Maradona expôs que tem o mesmo sobrenome do ex-jogador e tem um teste de DNA positivo também.

O craque faleceu em novembro do ano passado, mas a suposta filha diz que não quer nenhum bem material e nem a fama de seu pai. Ao encaminhar uma carta ao jornalista Luis Ventura, Damaris também enviou uma foto de quando era bebê ao lado do ex-jogador, em 1984.

Ainda na carta, a mulher alega ser “pobre e humilde”, mas que não pretende pegar nenhum bem material. Afirmou que como prova disso, fechou todas as suas redes sociais e pretende viver longe dos holofotes.

“Eu sou Damaris Alejandra Maradona. Fechei minha conta no Instagram porque não quero que mais ninguém me conheça. Cometi um erro ao criar uma conta com meu nome em homenagem ao meu pai. Não quero herança material de meu pai. Carregar seu sangue, seu sobrenome e os belos momentos que passamos juntos é a herança mais preciosa que se pode ter”, diz o texto da carta revelada por Ventura.

Jornal Midiamax