Cotidiano

MS vai receber 350 mil testes rápidos para covid em plano nacional para testagem em massa

Programa foi lançado na manhã desta sexta-feira pelo Ministério da Saúde

Gabriel Maymone e Renata Barros Publicado em 17/09/2021, às 11h24

Plano Nacional de Expansão da Testagem para covid foi lançado em Campo Grande
Plano Nacional de Expansão da Testagem para covid foi lançado em Campo Grande - Divulgação

Mato Grosso do Sul vai receber 350 mil testes rápidos de antígeno do Ministério da Saúde até o fim do ano. A distribuição faz parte do Plano Nacional de Expansão da Testagem para o Novo Coronavírus, lançado na manhã desta sexta-feira (17), em Campo Grande. 

"É bom porque estamos flexibilizando a cidade e a testagem mensura o tamanho do contágio da covid", disse o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD).

O projeto de testagem do Ministério da Saúde tem como base três pilares: testar pessoas sintomáticas em Unidades Básicas de Saúde (UBS), testar as assintomáticas em áreas de grande circulação e a Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCov).

“O Ministério da Saúde vai adquirir com a Fiocruz cerca de 60 milhões de testes. Até o fim do mês, iremos distribuir 4 milhões de testes aos estados. Essa ação se soma a outras que já ocorrem por parte de municípios, estados e iniciativa privada. Nós temos que ter os resultados na base de dados do Ministério da Saúde para acompanhar o caráter epidemiológico da pandemia de forma eficiente”, afirmou o ministro Marcelo Queiroga, durante evento-piloto do plano no mês passado, em Brasília.

Como vai funcionar?

Na ação, estão sendo utilizados testes rápidos de antígeno, produzidos pela Fiocruz. As coletas são realizadas por profissionais do Lacen-DF (Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal) e os resultados estão sendo disponibilizados em cerca de 15 a 20 minutos após a testagem.

Com essas informações, o Ministério da Saúde vai medir, por exemplo, a aceitabilidade da população em realizar os testes, o tempo necessário para triagem, o processo de rastreabilidade do uso dos testes, o perfil epidemiológico dos voluntários e o resultado positivo entre os indivíduos testados, sejam eles sintomáticos ou assintomáticos.

A testagem é parte essencial na estratégia de controle da transmissão da Covid-19 porque auxilia na detecção dos cidadãos infectados. Além disso, a medida possibilita a implementação de estratégias para diminuir a circulação do vírus, evitando assim maior contaminação.

Jornal Midiamax