Cotidiano

MS teve menos da metade do esperado de chuva para o mês de abril, indica meteorologia

Tempo seco é reflexo do fenômeno da La Niña

Gabriel Maymone Publicado em 02/05/2021, às 21h49

Chuvas em MS ficaram abaixo da média para abril
Chuvas em MS ficaram abaixo da média para abril - Henrique Arakaki / Midiamax

Influenciado pelo fenômeno La Niña, Mato Grosso do Sul não registrou nem metado do esperado de chuva para o mês de abril, segundo a meteorologia. O fenômeno é o resfriamento das águas do Pacífico, alterando a distribuição de calor e umidade em várias regiões.

Conforme o meteorologista na Anhanguera-Uniderp, Natalio Abraão, o Estado registrou 54,5mm de chuva no período, quando a média é de 112,5mm, ou seja: o volume registrado ficou 48% do esperado para o mês.

O mês de abril foi marcado pelo primeiro frio do ano, que chegou a bater os 5,9ºC em Iguatemi, extremo sul de MS. Por outro lado, o mesmo município foi o responsável por registrar o dia mais quente do mês no Estado: 36,3ºC.

Campo Grande teve máxima de 34ºC e mínima de 14ºC no mês, segundo o meteorologista.

Mais frio...

A chuva que caiu no fim da tarde deste domingo (02) derrubou 7ºC nos termômetros em Campo Grande, conforme dados da estação meteorológica do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

De acordo com o Inmet, a temperatura na Capital estava em 30ºC às 17h e caiu para 23ºC apos a chuva, que foi registrada após às 18h. O tempo é uma amostra do friozinho que está previsto para essa semana, que deve ser de 14º em Campo Grande, na quinta-feira.

Conforme a previsão, a partir de quinta-feira (06), MS poderá registrar o segundo frio do ano. Na semana passada, cidades do sul como Iguatemi - distante 480 km de Campo Grande - marcaram 5ºC. 

Assim, Sete Quedas e Ponta Porã, por exemplo, terão mínima de 12ºC na quinta-feira, com máxima de 20ºC, com tempo encoberto. Não há previsão de chuva. Em Iguatemi a mínima deve ficar na casa dos 13ºC, conforme o Inmet.

Ainda no sul, Dourados terá mínima de 14ºC, com máxima de 27ºC.

Jornal Midiamax