Cotidiano

MS recebe mais 27,8 mil doses da Coronavac e 6º lote chega nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (3), desembarca em Mato Grosso do Sul o sexto lote de vacinas contra o coronavírus. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), serão 27,8 mil doses da Coronavac enviadas pelo Ministério da Saúde, para vacinação de pessoas do Estado. O imunizante é produzido pelo laboratório Sinovac e o Instituto Butantan. […]

Dândara Genelhú Publicado em 02/03/2021, às 17h15 - Atualizado em 03/03/2021, às 08h40

Foto: Leonardo de França, Midiamax.
Foto: Leonardo de França, Midiamax. - Foto: Leonardo de França, Midiamax.

Nesta quarta-feira (3), desembarca em Mato Grosso do Sul o sexto lote de vacinas contra o coronavírus. De acordo com a SES (Secretaria de Estado de Saúde), serão 27,8 mil doses da Coronavac enviadas pelo Ministério da Saúde, para vacinação de pessoas do Estado.

O imunizante é produzido pelo laboratório Sinovac e o Instituto Butantan. A vacina possui tempo de janela entre as doses de 14 a 28 dias. Assim, a nova remessa deve garantir a continuidade da vacinação em MS. Para o secretário de Saúde estadual, Geraldo Resende, o lote é um “alívio para o Estado”.

Então, as informações são de que as vacinas cheguem no Estado por volta das 8h desta quarta-feira (3). Após a aterrissagem, as doses vão para um veículo oficial e são encaminhadas para a SES, que realiza a contagem dos imunizantes. Além disto, são separadas as unidades que serão enviadas para cada município de MS.

De acordo com o secretário, a última distribuição entre as cidades durou apenas 12h. “Isto colocou o nosso Estado em primeiro lugar na distribuição de doses no país. Assim que o Ministério da Saúde fizer a distribuição, haveremos de acionar a nossa logística para enviar as novas remessas das vacinas o mais rápido possível aos municípios”, explicou.

Resende lembra que a Secretaria mantém contato com os secretários municipais de Saúde, para que sejam ágeis no processo de imunização. O secretário destaca que é preciso dar continuidade na vacinação de indígenas que vivem em aldeias e por isso faz as cobranças. “Quero que os municípios que têm essa população melhorem a performance de vacinação nas aldeias”.

Lotes recebidos por MS

A primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 chegou ao Estado em 18 de janeiro, com 158,7 mil doses. O segundo lote foi recebido em 24 do mesmo mês, com 22 mil doses da vacina Astrazeneca, produzida pela Universidade de Oxford e a Fiocruz (Fundação Oswvaldo Cruz).

Assim, o terceiro lote chegou em 25 de janeiro, com 10,2 mil doses da Coronavac. Por fim, a quarta remessa chegou em 7 de fevereiro, com 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 e a quinta foi recebida em 24 de fevereiro, com 35,7 mil doses, sendo 22,5 mil da Astrazeneca e 13,2 mil unidades da Coronavac.

Na última segunda-feira (1º), MS atingiu o primeiro lugar em ranking nacional de imunização completa contra o coronavírus.Isto porque são 48.652 vacinados com a primeira e segunda dose dos imunizantes. Além disto, são 161.572 pessoas imunizadas com a primeira dose da vacina em todo o Estado.

Jornal Midiamax