Cotidiano

MS está com 100% de ocupação em leitos UTI para pacientes com covid nesta terça-feira

Estado teve três dias de alívio, mas situação voltou a ficar crítica

Gabriel Maymone Publicado em 13/04/2021, às 08h17

Leito de UTI com paciente covid em MS
Leito de UTI com paciente covid em MS - Divulgação

Mato Grosso do Sul continua com taxa de ocupação de leitos UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid em 100% na manhã desta terça-feira (13). O Jornal Midiamax acompanha os índices diariamente pelo painel Mais Saúde, da SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Conforme os dados repassados pelos hospitais à SES, todas as 583 vagas existentes em 102 hospitais para pacientes em estado grave com covid estão ocupadas. O sistema de saúde de MS contou com ampliação de leitos na semana passada, o que resultou em queda da taxa de ocupação, mas durou apenas três dias - entre quinta e sábado de manhã.

Já, os leitos UTI para demais casos está com ocupação de 89,50%, ou seja: 835 dos 933 leitos existentes estão com pacientes. Para os leitos clínicos de enfermaria, a taxa de ocupação registrada é de 68,27% das 1.248 vagas exclusivas para infectados por covid.

Então, Campo Grande continua com a situação crítica, pois a taxa de ocupação para leitos UTI covid é de 104%. Isso significa que os hospitais estão com 14 pacientes além da capacidade de 337.

No HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) - referência do SUS para tratamento de covid em MS, todos os leitos críticos estão ocupados. Além disso, outros 12 pacientes estão em pontos extras instalados na área vermelha do hospital.

Em Dourados, a ocupação de leitos para pacientes em estado grave com covid está em 96%. Isso significa que restam apenas 3 vagas em UTI.

Após semanas com superlotação, a rede hospitalar de Três Lagoas registra ocupação de 95%. Corumbá, Naviraí e Sidrolândia continuam sem leitos disponíveis. 

Jornal Midiamax