Cotidiano

MS é um dos poucos estados do país sem informação sobre medidas para diminuir poluição, revela relatório

Relatório aponta que MS, junto de outros 7 estados, está zerado na divulgação de medidas contra gases poluentes

Lucas Mamédio Publicado em 17/09/2021, às 17h41

None
(Foto: Divulgação)

Apenas cinco estados brasileiros possuem metas de redução de emissões de gases poluentes, e Mato Grosso do Sul não é um deles. Muito pelo contrário, ao lado do Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Sergipe, MS está na lista dos que ainda não divulgaram nenhuma informação sobre essas metas

[Colocar ALT]
Mapa divulgado pela CDP Latin America

O relatório do CDP Latin America, organização internacional que trabalha com empresas e governos para monitorar suas ações ambientais, afirma que nossos gestores políticos ainda não levam a sério o aquecimento do planeta ao fazerem planos e orçamentos.

A situação do País, que tem 17 estados costeiros e profundas divisões regionais socioeconômicas, mostra que ’18 estados adotaram políticas sobre mudanças do clima; 19 têm fóruns para tratar do tema com representantes da sociedade; 14 estados responderam positivamente à pergunta sobre possuir inventário de emissões de gases de efeito estufa regional e 13 forneceram detalhes sobre seus inventários’. ‘

O relatório cita nominalmente Mato Grosso do Sul, cuja economia depende do agronegócio, e os maiores impactos da falta de comprometimento com a diminuição de emissão seriam as secas prolongadas, como a atual, geadas, etc.

Apenas sete estados possuem um estudo de vulnerabilidade, 12 estados responderam estar em processo de elaboração ou com intenção de adotar nos próximos dois anos. Além disso, outros sete estados reportaram possuir um plano de adaptação.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Governo do Esatdo para saber as razões da falta de informação, segundo o relatório, mas até a publicação desta reportagem não houve resposta.

O relatório completo do CDP Latin America pode ser lido neste link

Jornal Midiamax