Cotidiano

Moradores ficam mais de 6 horas sem energia: 'É um desaforo o que a Energisa faz com as pessoas'

Hoje não teve temporal nem nada que justifique todo esse tempo sem energia, reclamou moradora

Gabriel Maymone Publicado em 23/10/2021, às 19h11

Região ficou no escuro até às 19h05
Região ficou no escuro até às 19h05 - Leitor Midiamax

Moradores do bairro Recanto dos Pintados, em Rochedo, a 82 km de Campo Grande, ficaram mais de 6 horas sem energia neste sábado (23) e reclamam do descaso da Energisa. A interrupção do fornecimento de eletricidade ocorreu por volta das 11h40 e só foi restabelecido às 19h05.

Uma das moradoras do bairro, Patrícia de Azambuja Retana, relatou ao Jornal Midiamax que a situação é corriqueira por lá. "Não é de hoje isso. Infelizmente, as pessoas esquecem e, sempre, o Recanto dos Pintados é o último a ser atendido pela Energisa. Um descaso muito grande", reclama.

Ainda conforme a moradora, os equipamentos usados na rede de energia da cidade estão desgastados. "Eles consertam os transformadores em outros lugares e trazem os que estão em meia vida. Teve um que pegou fogo aqui já. Não tem manutenção da Energisa aqui", pontua.

Normalmente, a ocorrência de temporais é utilizado como justificativa pela empresa, mas não é o caso da interrupção deste sábado. "Temporal foi semana passada, essa semana não teve temporal. Hoje, por exemplo, não teve temporal e como que vai faltar energia todo esse tempo?", questiona Patrícia.

Multa milionária

A Energisa pagou R$ 11.672.127,21 em compensações por interrupções no fornecimento de energia elétrica a clientes em Mato Grosso do Sul no período entre setembro de 2020 e agosto de 2021, conforme dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A compensação é uma forma de sanção à concessionária por desrespeitar os limites de horas mensais permitidas para cada localidade ficar sem energia. Ou seja, quando um consumidor fica tempo superior ao determinado pela agência reguladora sem fornecimento de eletricidade, automaticamente, até nas próximas duas faturas, a concessionária deve pagar uma compensação a esse cliente.

Jornal Midiamax