Cotidiano

Medo de perder a 2ª dose da Coronavac faz moradores de cidade de MS dormirem na fila

Desde as 21h, drive-thru de Chapadão do Sul registra fila de pessoas que pretendem concluir imunização; cidade aplicará dose em quem recebeu a primeira até 9 de abril

Humberto Marques Publicado em 16/05/2021, às 09h06

Fila em busca da 2ª dose da Coronavac se estendeu por 4 quadras em Chapadão do Sul
Fila em busca da 2ª dose da Coronavac se estendeu por 4 quadras em Chapadão do Sul - O Correio News/Reprodução
Preocupados se haveria doses suficientes em estoque para receberem a segunda dose da vacina Coronavac, contra a Covid-19, moradores de Chapadão do Sul –a 334 km de Campo Grande– dormiram na fila da imunização a fim de garantir a medicação neste domingo (16).
De acordo com o jornal O Correio News, desde as 21h de sábado (15) moradores se enfileiraram em seus veículos na frente do Centro de Convivência do Idoso, onde funciona o drive-thru da vacinação. Algumas pessoas apenas deixaram os carros na fila para garantir a vaga e foram para suas casas.
Por volta das 6h, mais de 150 veículos se estendiam por 4 quarteirões à espera do início da vacinação. Pessoas sem veículos também se concentraram na porta do local para tentar garantir a vacina. Uma funcionária da Secretaria Municipal de Saúde, acompanhada de um bombeiro, começou a distribuir senhas a partir das 7h.
Apesar da concentração, a Secretaria Municipal de Saúde informou que haveria doses suficientes para todos. A programação da pasta era a de aplicar a segunda dose da Coronavac em quem havia recebido a primeira até 9 de abril.
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que foram destinadas 240 doses de Coronavac para o município –mais do que as 160 informadas anteriormente. A aplicação das vacinas foi programada para ocorrer das 7h30 às 11h ou enquanto durassem os estoques.
Para ser vacinado, o cidadão deve apresentar o comprovante de aplicação da primeira dose. Também foi solicitado que pessoas que tivessem carro usassem os veículos para evitar aglomeração ou desorganização nas filas –apenas que não tivesse veículo deveria ir a pé.
Até sábado, Chapadão do Sul havia confirmado 3.433 casos positivos de coronavírus, com 3.237 pessoas já curadas e 155 em tratamento (com 14 pessoas internadas, 4 delas em UTIs).
São aguardados resultados para 86 exames a fim de confirmar ou descartar novos casos. A cidade registrou 42 mortes decorrentes da Covid-19.
Jornal Midiamax