Cotidiano

Mato Grosso do Sul não recebeu doses do lote de CoronaVac interditado pela Anvisa

Ministério da Saúde apontou que apenas 8 unidades da federação receberam vacinas interditadas

Gabriel Maymone Publicado em 04/09/2021, às 16h45

CoronaVac
CoronaVac - Divulgação

Mato Grosso do Sul não recebeu doses da vacina CoronaVac que fazem parte de lote interditado neste sábado (04) pela Anvisa(Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

Conforme o Ministério da Saúde, apenas 8 estados da federação estão com doses que fazem parte desse lote interditado: Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rondônia, Acre, Amapá, Rio de Janeiro e São Paulo.

A informação repassada pelo Butantan à Anvisa é que as doses foram envasadas (em frascos com uma e duas doses) em uma planta fabril da Sinovac (desenvolvedora da vacina) na China que não foi inspecionada e aprovada para Autorização de Uso Emergencial (AUE) no Brasil.

Além disso, outras 9 milhões de doses divididas em 17 lotes também fabricadas na mesma unidade não inspecionada estão em processo de envio e tramitação para o Brasil. "Nesses termos, a vacina envasada em local não aprovado na Autorização de Uso Emergencial configura-se em produto não regularizado junto à Anvisa", apontou em nota.

A agência afirmou que, durante a interdição cautelar, "trabalhará na avaliação das condições de boas práticas de fabricação da planta fabril não aprovada, no potencial impacto dessa alteração de local nos requisitos de qualidade, segurança e eficácia, e do eventual impacto para as pessoas que foram vacinadas".

Além disso, apontou que serão feitas tratativas junto ao Butantan para regularização do novo local na cadeia fabril da vacina.

Jornal Midiamax