Cotidiano

Mais de 600 profissionais são capacitados para retorno às atividades presenciais na SAS

Atividades na Rede de Proteção Social Básica serão retomadas no dia 2 de agosto

Mylena Rocha Publicado em 21/07/2021, às 12h31

None
Divulgação/PMCG

Depois de mais de um ano suspensas, as atividades presenciais em 27 unidades da Rede de Proteção Social Básica da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) serão retomadas a partir do dia 2 de agosto. Para isso, mais de 600 profissionais passam por capacitação em Campo Grande. 

Os profissionais serão orientados sobre as regras nas unidades, para assegurar a continuidade do SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos). “Será um novo desafio, uma situação inédita, por isso estamos preparando nossos profissionais para a retomada do atendimento coletivo. É fundamental voltar a receber essas pessoas em situação de vulnerabilidade, que ficaram muito fragilizadas durante o isolamento social”, pontuou o secretário municipal de Assistência Social, José Mário Antunes da Silva.

Segundo a SAS, o atendimento será híbrido, pois a modalidade remota do serviço também será mantida. A ideia é facilitar o acesso dos usuários às atividades. Para isso, mais de 600 profissionais dos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social), Centros de Convivência e Centros de Convivência do Idoso estão participando de capacitações que têm como foco os protocolos de biossegurança e o plano de retomada das atividades presenciais.

Entre as novas regras, estão: ocupação de no máximo 30% da capacidade nas salas de atividades; distanciamento mínimo; uso de máscaras; higienização regular das mãos e dos espaços; entre outras. A superintendente da Proteção Social Básica, Inês Mongenot, explicou que para elaborar o documento, a equipe estudou todas as resoluções e protocolos de biossegurança estabelecidos pela gestão municipal.

Jornal Midiamax