Cotidiano

Livres da redação, estudantes chegam tranquilos para o segundo dia de Enem em Campo Grande

Provas deste domingo são de matemática e ciências da natureza

Dândara Genelhú e Lucas Mamédio Publicado em 28/11/2021, às 11h51

Portões fecham às 12h em Mato Grosso do Sul
Portões fecham às 12h em Mato Grosso do Sul - Foto: Leonardo de França | Jornal Midiamax.

Estudantes de Campo Grande chegam tranquilos para realizar as provas do Enem no segundo dia do exame, neste domingo (28). A calmaria chegou após os alunos realizarem a redação, item temido pela maioria, no primeiro dia de avaliação.

A entrada da Uniderp Matriz, localizada na avenida Ceará, tem movimento tranquilo até agora e poucas pessoas aguardavam a abertura dos portões, realizada às 11h. Com 24 anos e um ano de Educação Física já cursado, Bruna Mayumi aguarda o horário para entrar e realizar novamente o Enem. A estudante pretende entrar em Medicina ou Medicina Veterinária.

Bruna é do time que acha a redação o item mais difícil do Enem.  Foto: Leonardo de França | Jornal Midiamax.

Mais calma neste domingo (28) do que na semana passada, ela lembra que o “temor era a redação”. Como os dois cursos são concorridos, Bruna vai aguardar as notas para analisar uma terceira possibilidade.

Para Nicole Mongmere, 18 anos, a primeira prova foi mais difícil. Almejando uma vaga no curso de Medicina Veterinária, a estudante considera que o peso das matérias é o mesmo no primeiro e segundo dia. Assim, admite que “devia ter estudado mais, durante a semana. Mas não consegui”, justifica.

Entre os candidatos treineiros, João Pedro garante que está mais tranquilo para o segundo, do que no primeiro. “Eu quero cursar matemática, por isso as matérias deste final de semana me parecem mais tranquilas, até por isso estou mais calmo”, explica o adolescente de 16 anos antes de realizar a prova.

Quase na mesma situação, João Vitor Resende, 17 anos, também esbanja tranquilidade neste domingo (28). Ele lembra que na outra semana o clima ficou tenso devido a matérias que ele ‘não gosta’ e principalmente pela redação.

João Vitor Resende tem mais confiança neste final de semana. Foto: Leonardo de França | Jornal Midiamax.

“Mas achei que fui bem na redação”, afirma ele, que usa o Enem de 2021 como treino. “Esse final de semana é com matérias que tenho mais afinidade”, comemora.

Jornal Midiamax