Cotidiano

Lei Aldir Blanc: 736 artistas de MS já foram contemplados com o benefício

Ao todo foram disponibilizados 21 editais que contemplaram todos os segmentos culturais

Fábio Oruê Publicado em 26/06/2021, às 13h13

Fotógrafo Leandro Benites participou do edital Arara Azul de artes visuais
Fotógrafo Leandro Benites participou do edital Arara Azul de artes visuais - Foto: Divulgação

A FCMS (Fundação de Cultura do Estado de Mato Grosso do Sul) já efetivou o pagamento de 736 trabalhadores da cultura inscritos no Edital da Lei Federal, n. º 14.017/2020 – inciso III, conhecida como a Lei Aldir Blanc.

Até agora já foram destinados 12,408,960 aos diversos setores da nossa cultura, cujos projetos foram aprovados. Os recursos destinados ao setor chegaram num momento crucial para a Cultura do Estado que, desta forma, consegue continuar fomentando a classe artística do MS.

Ao todo foram disponibilizados 21 editais que contemplaram todos os segmentos culturais, entre eles: literatura, gastronomia, artesanato, teatro, dança, circo, música, equipe técnica, etc.

“Temos como objetivo fazer chegar o recurso na ponta, para todos os trabalhadores da cultura, inclusive aqueles que não tem acesso à informação e tecnologia”, disse o Presidente da FCMS, Gustavo Cegonha, destacando que o recurso da Lei Aldir Blanc é um direito de todos agentes culturais.

Leandro Benites participou do edital Arara Azul de artes visuais da Lei Aldir Blanc, com trabalhos de fotografia. Segundo ele, em primeiro lugar o artista teve oportunidade de criar algo novo e isto foi valorizado, foi transformado em aplausos e também em incentivo financeiro.

“Muitas pessoas dependem da arte e esta ajuda veio para suprir mais ainda a felicidade das pessoas que dependem do artista”, revelou.

Jornal Midiamax