Cotidiano

Internada desde domingo, jornalista Jucyllene Castilho morre aos 35 anos em Campo Grande

A jornalista Jucyllene da Silva Castilho, de 35 anos, morreu na tarde desta terça-feira (02) em Campo Grande. Jucyllene estava internada no Hospital Unimed para tratamento de trombose desde o último domingo (28), em Campo Grande. A jornalista faleceu em decorrência de uma parada cardíaca sofrida na noite desta segunda-feira (01). Jucyllene que já trabalhou […]

Diego Alves Publicado em 02/03/2021, às 21h21 - Atualizado em 03/03/2021, às 12h17

Jornalista Jucyllene Castilho (arquivo pessoal)
Jornalista Jucyllene Castilho (arquivo pessoal) - Jornalista Jucyllene Castilho (arquivo pessoal)

A jornalista Jucyllene da Silva Castilho, de 35 anos, morreu na tarde desta terça-feira (02) em Campo Grande. Jucyllene estava internada no Hospital Unimed para tratamento de trombose desde o último domingo (28), em Campo Grande.

A jornalista faleceu em decorrência de uma parada cardíaca sofrida na noite desta segunda-feira (01). Jucyllene que já trabalhou no jornal Midiamax, atualmente estava na assessoria de imprensa do deputado estadual Capitão Contar (PSL). O jornal Midiamax presta condolências à família de Jucyllene.

Outro profissional da imprensa de Campo Grande que faleceu nos últimos dias foi o repórter fotográfico Valdenir Rezende, 55, vítima de covid-19, no último domingo (28).O Midiamax também se solidariza com os familiares de Valdenir.

O Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul), postou nota de solidariedade aos familiares dos dois profissionais da comunicação de Mato Grosso do Sul.

Nota do Sindjor, falecimento de Jucyllene Castilho

É com imenso pesar que o Sindjor-MS comunica o falecimento da jornalista Jucyllene da Silva Castilho na tarde desta terça-feira (2), aos 35 anos.

Ela estava internada no Hospital Unimed desde domingo, para tratamento de trombose. A causa do falecimento teria sido em decorrência de uma parada cardíaca ocorrida na noite de ontem (1).

Jucyllene trabalhava na assessoria de imprensa do deputado estadual Capitão Contar (PSL). Era casada com o também jornalista, Bruno Arce.

Neste momento de dor, o Sindjor-MS se solidariza com os familiares e amigos e expressa as mais sinceras condolências pela perda.

Jornal Midiamax