Cotidiano

Inscrições para tutoria de tecnologia em escolas públicas vão até 30 de janeiro

Estudantes de cursos de licenciatura têm a oportunidade de se inscrever no projeto Tutorar: abra sua sala de aula para inovar, criado pela professora Daiani Damm Tonetto Riedner em sua participação na Academia de Inovação do Google. As inscrições podem feitas até 30 de janeiro preenchendo este formulário. O projeto tem o objetivo de desenvolver […]

Diego Alves Publicado em 15/01/2021, às 22h11

None

Estudantes de cursos de licenciatura têm a oportunidade de se inscrever no projeto Tutorar: abra sua sala de aula para inovar, criado pela professora Daiani Damm Tonetto Riedner em sua participação na Academia de Inovação do Google. As inscrições podem feitas até 30 de janeiro preenchendo este formulário.

O projeto tem o objetivo de desenvolver um programa institucional de tutoria de tecnologia e os estudantes das licenciaturas irão atuar nas escolas públicas, apoiando os professores na adesão e incorporação de tecnologias em suas práticas pedagógicas e desenvolvendo projetos e ações inovadoras. O trabalho é voluntário e poderá ser realizado nos dias e horários que o estudante tiver disponibilidade. Ao final do projeto, será emitido certificado de horas trabalhadas e os participantes terão vaga preferencial no Curso de Aprendizagem Ativa com Tecnologias Digitais.

“O projeto Tutorar foi desenvolvido durante a minha participação na academia de Innovators no final de 2019. Ele passou por várias adaptações no decorrer de 2020, devido à pandemia. A ideia é que os nossos estudantes de licenciatura possam atuar e apoiar professores da educação básica no planejamento de práticas pedagógicas com uso de tecnologias digitais. O que seria feito presencialmente, agora será feito on-line”, explica a professora.

Segundo ela, o projeto é focado nos cursos de licenciatura, “pois há uma defasagem de formação em tecnologias digitais nos currículos das licenciaturas e nosso foco é diminuir essas distâncias entre a formação inicial e a atuação na educação básica”.

O trabalho está sendo feito em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Campo Grande, a Secretaria Estadual de Educação e as secretarias municipais de Aquidauana, Naviraí, Bataguassu, Bela Vista, Bonito e Corumbá; e o sistema de gerenciamento da tutoria está em desenvolvimento na Fábrica de Software da UFMS. “Além dos professores da educação básica de todo o estado de Mato Grosso do Sul, os professores da UFMS também poderão ser beneficiados”, afirma Daiani.

Foram gravados três vídeos que explicam a proposta de forma didática, disponíveis no site do Tutorar. Acesse também linktr.ee/tutorar para mais informações. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax