Cotidiano

Indústria de Defesa registra recorde histórico com exportações

Até o mês de agosto de 2021, o setor registrou US$ 1,35 bilhão em vendas

Lucas Mamédio Publicado em 09/09/2021, às 18h22

None
(Foto: Divulgação)

A Indústria de Defesa no Brasil alcançou resultado histórico nas exportações. Até o mês de agosto de 2021, o setor registrou US$ 1,35 bilhão em vendas. A expectativa é de que os números continuem em crescimento e o segmento feche o ano com a marca de US$ 2 bilhões.

No último recorde, em 2019, o setor somou cerca de US$ 1,21 bilhão. Este ano, entre as principais demandas, destacam-se as vendas de armamentos, munições, tanques, aviões e sistemas de lançamento de foguetes.

O Secretário de Produtos de Defesa (SEPROD), do Ministério da Defesa (MD), Marcos Degaut, ressaltou, em entrevista ao Valor Econômico, fatores como o aumento da participação brasileira em feiras internacionais, uma postura mais proativa do País e a busca de soluções relativas ao financiamento e oferecimento de garantias para as exportações.

Ao Jornal, o Secretário enfatizou, ainda, o trabalho de inteligência e promoção comercial coordenado pelo Ministério da Defesa nos últimos anos. Ele destacou que as ações foram significativas para os bons resultados.

Ao falar da importância dos resultados alcançados, Degaut considerou que é necessário continuar a fomentar iniciativas no setor. “Esses são os números que justificam a importância da Base Industrial de Defesa e Segurança, de investimentos nesse segmento, que, além de ter uma importância econômica muito grande, é responsável por grandes saltos tecnológicos, e, em última análise, por ajudar a manter a nossa autonomia estratégica e a nossa soberania", finalizou.

Jornal Midiamax