Cotidiano

Grão-Mestre e juiz aposentado de MS morre vítima da Covid-19

Maçonaria e OAB-MS emitiram notas de pesar

Karina Campos Publicado em 12/04/2021, às 07h04 - Atualizado às 07h21

Jurandir não resistiu as complicações da doença
Jurandir não resistiu as complicações da doença - (Foto: Divulgação/OAB-MS)

O Grão-Mestre do Grande Grande Oriente de Mato Grosso do Sul, Jurandir Rodrigues Brito, morreu neste domingo (11) vítima de Covid-19.  Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em Campo Grande, mas não resistiu as complicações da doença.

Em nota, a OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul), lamentou a morte da figura importante no Estado, que faria aniversário de 78 anos na terça-feira (13).

Jurandir deixa a esposa, que é vice-presidente da Caixa de Assistência aos Advogados, Herthe Brito, dois filhos e netos. O juiz aposentado é paulista, graduado em Direito pela Instituição Toledo de Ensino em 1981 (Centro Universitário de Bauru), Jurandir foi Juiz de Direito, ingressou no X Concurso para o cargo de Juiz Substituto de MS. Também foi Advogado e Diretor Social da Amamsul  (Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul).

“É um momento de tristeza para a OAB/MS, que perdeu neste sábado seu ex-Presidente Geraldo Escobar, decretando luto oficial, e agora se despede do Advogado e Juiz Aposentado Jurandir Rodrigues Brito. Nossas condolências a todos os familiares e amigos”, comunica.

A loja maçônica Grande Oriente de MS também lamentou a morte do Grão-Mestre. “Que o Grande Arquiteto do Universo ilumine e guarde sua família nesse momento de dor”.

Em nota, a Amamsul manifestou profundo pesar pela morte do juiz aposentado. "Lamentamos muito a morte do nosso colega: pessoa sempre disposta aos novos desafios, afável e alegre com todos. Lembraremos com carinho da sua disponibilidade e capacidade de comunicação no trabalho que desempenhou na magistratura e na Associação, onde foi diretor social", disse a associação em nota.

Jornal Midiamax