Cotidiano

Futuros agentes penitenciários: 55 aprovados em concurso começam curso de formação

Previsão é que o curso termine em novembro e alunos sejam lotados em Dourados

Fábio Oruê Publicado em 13/09/2021, às 16h40

Capacitação contemplará 15 disciplinas e estágio nas unidades prisionais
Capacitação contemplará 15 disciplinas e estágio nas unidades prisionais - Foto: Divulgação/ Sejusp

A abertura do 38º Curso de Formação para Agentes Penitenciários foi realizada, na manhã desta segunda-feira (13), pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), por meio da Escola Penitenciária (Espen), em Campo Grande. 

Com 893 profissionais já formados somente neste último concurso público, a capacitação agora acontece para mais 55 aprovados em todas as etapas anteriores do certame.

Com carga horária total de 420 horas/aula, a capacitação contemplará 15 disciplinas e estágio nas unidades prisionais, com 10 horas por dia, e previsão de término em novembro.

Formada em Pedagogia, Ana Cristina Marques Assunção, de 39 anos, se descreve com força de vontade e garra para se dedicar à carreira penitenciária.

“É o início da realização de um sonho, estamos aguardando este momento há mais de três anos e hoje vamos iniciar nossa capacitação para ingresso no sistema penitenciário”, comemora a conquista.

Presente na abertura, o secretário da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Antonio Carlos Videira, ressaltou a missão dos policiais penais na ressocialização dos apenados.

“Temos uma das maiores populações carcerárias do mundo, per capita, com mais de 703 presos a cada 100 mil habitantes, conforme o Conselho Nacional de Justiça. Então o principal desafio profissional é nos ajudar a administrar esta superpopulação carcerária, desenvolvendo estudo, trabalho, leitura, que são ferramentas eficientes para reduzir o tempo do encarceramento”, destacou Videira.

Curso de formação

A equipe de instrutores passou por processo seletivo, sendo especialistas, mestres e doutores em suas respectivas áreas. Dentre os tópicos relevantes a serem abordados durante o curso estão diversidade, qualidade de vida e as mudanças da polícia penal.

Após a finalização do curso, os novos servidores aprovados atuarão na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), considerada a maior unidade prisional de MS. 

Jornal Midiamax