Cotidiano

Frio espanta doadores de sangue e Hemosul abre as portas neste sábado para voluntários

Bolsa de sangue está em nível crítico e Hemosul precisa de doação

Renata Volpe Publicado em 08/05/2021, às 07h50

No sábado não é preciso agendar coleta de sangue
No sábado não é preciso agendar coleta de sangue - Divulgação

O frio que faz esta semana em Campo Grande, espantou os doadores de sangue. O Hemosul recebeu apenas 65 doações na última quarta-feira (5), quando o necessário para conseguir atender os hospitais do Estado é de 180 bolsas de sangue por dia, no mínimo. 

Com isso, o Hemocentro Coordenador de Mato Grosso do Sul estará de portas abertas neste sábado (8) até às 17h para quem puder doar sangue. Além disso, cerca de 50 integrantes do Mãos que Ajudam se mobilizam para um grande ato de doação coletiva ainda hoje.

Segundo a coordenadora Geral da Rede Hemosul, Marli Vavas, o Hemosul passa por um momento crítico onde há a possibilidade de não ter bolsas de sangue para atender as pessoas que precisam. “A população precisa lembrar que doar sangue salva vidas e nesse momento de preocupação máxima com a saúde é importante exercer a solidariedade”, afirma.

O Hemosul reforça que todos os tipos de sangue são bem vindos, e que aos sábados não há necessidade de agendar a coleta. Outro ponto importante são as medidas de biossegurança como: uso obrigatório de máscara, álcool em gel e cuidados redobrados na higienização do ambiente para receber os doadores.

Com assessoria

Jornal Midiamax