Cotidiano

Fiscalização flagra 152 pessoas nas ruas e até igreja aberta após toque de recolher

Número da Guarda recebeu 131 ligações só na quarta-feira

Mylena Rocha Publicado em 15/04/2021, às 09h35

Guarda Municipal fiscalizou igreja que contava com cerca de 30 fiéis após toque de recolher.
Guarda Municipal fiscalizou igreja que contava com cerca de 30 fiéis após toque de recolher. - Divulgação/GCM

Mesmo com toque de recolher, a população ainda teima em desrespeitar as medidas contra o coronavírus em Campo Grande. Somente na noite desta quarta-feira (14), a fiscalização abordou 152 pessoas nas ruas fora do horário permitido. As equipes ainda fiscalizaram 36 estabelecimentos comerciais na Capital, entre eles uma igreja.

A GCM (Guarda Civil Metropolitana) realizou ações de fiscalização nas sete regiões da Capital: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. Ao todo, foram 36 estabelecimentos fiscalizados, mas nenhum foi notificado. Entre as fiscalizações, os guardas estiveram em uma igreja que estava aberta após o horário permitido. Havia cerca de 30 pessoas no local, que foram dispersas.

Durante o toque de recolher, 152 pessoas foram abordadas nas ruas e orientadas a ficar em casa. Conforme dados da GCM, o número 153 recebeu 131 ligações somente na quarta (14), sendo que 11 eram sobre descumprimento de medidas de controle ou restrição.

Também foi realizada uma operação no trânsito, da GCM com o Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) e Agetran. Ao todo, foram feitas 134 abordagens, sendo 110 carros e 24 motos. Conforme dados da operação, 134 condutores passaram pelo teste do bafômetro, mas quatro recusaram. Segundo balanço, um dos motoristas estava com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida e um estava com CRLV (Certificado de registro e licenciamento de veículo) vencido. 

Jornal Midiamax