Cotidiano

Fazendeiro é multado em R$ 5 mil por deixar que gado degradasse nascente em área de proteção

Proprietário responderá por crime ambiental de degradação de APP

Fábio Oruê Publicado em 21/07/2021, às 20h16

Animais acessavam livremente à vegetação e o pisoteio estava causando degradação
Animais acessavam livremente à vegetação e o pisoteio estava causando degradação - Foto: Divulgação/ PMA

Um fazendeiro de 37 anos foi multado em R$ 5 mil por degradação de APP (Área de Preservação Permanente) ao permitir que o gado ficasse na área protegida por lei, em Anastácio, na última terça-feira (20).

Denúncias de degradação de áreas de uma nascente na propriedade rural levaram a PMA (Polícia Militar Ambiental) até o local. Durante a vistoria foram verificadas degradações ambientais em razão da criação de seu gado dentro dessas áreas que são de preservação permanente.

Os animais acessavam livremente à vegetação e o pisoteio estava causando degradação de toda a área, bem como de um pequeno curso d’agua abastecido pelas nascentes.

O proprietário, que mora em Sidrolândia, foi multado e responderá por crime ambiental de degradação de APP. A pena é de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax