Cotidiano

Família vai à polícia após armário despencar na cabeça de idosa em hospital de Campo Grande

A paciente teve um corte na cabeça e precisou ser encaminhada para a UTI

Gabriel Neves Publicado em 24/11/2021, às 17h33

Paciente foi internada no El Kadri por falta de vaga em outro hospital
Paciente foi internada no El Kadri por falta de vaga em outro hospital - (Foto: Arquivo/Midiamax)

A família de uma idosa, de 75 anos, procurou a polícia após a idosa ser atingida na cabeça por um armário enquanto estava internada no Hospital El Kadri, em Campo Grande. A família alega que a paciente foi internada por conta de uma infecção urinária e o incidente fez com que ela fosse transferida para a UTI.

Conforme a ocorrência registrada na Polícia Civil, a idosa seria internada em outro hospital da Capital, mas por falta de vagas acabou sendo encaminhada para o Hospital El Kadri no dia 26 de outubro. Dois dias após dar entrada na unidade, a paciente teria se 'afogado' com uma medicação, precisando ser encaminhada para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Após sair da UTI, a idosa estaria com diversas lesões no corpo, relatou a família à polícia. Já no dia 11 de novembro, o hospital teria deixado um armário cair na cabeça da paciente, gerando um corte e fazendo com que a idosa fosse encaminhada novamente para a UTI.

Outro lado

O Hospital El Kadri, por meio de seu setor de comunicação, disse à reportagem que as informações apresentadas pela família da idosa não procedem e que o ocorrido é de 'responsabilidade de terceiros', no entanto não detalhou de quem seria a responsabilidade. Também foi informado que o hospital está prestando toda a assistência necessária para a paciente, que segue internada.

Jornal Midiamax