Cotidiano

EUA não inclui Brasil em lista para doação de 500 milhões de doses de vacina

Serão 500 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid a 92 países

Gabriel Neves Publicado em 10/06/2021, às 11h59

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. - (Foto: Reprodução)

O governo dos Estados Unidos confirmou nesta quinta-feira (10) a doação de 500 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid a 92 países de baixa e média renda. O Brasil não aparece na lista.

Segundo a Casa Branca, as vacinas serão entregues a países como o Afeganistão, Angola e Fiji. Os países foram definidos pela iniciativa Gavi Covax, da OMS (Organização Mundial da Saúde). As 500 milhões de doses devem ser entregues até o início de 2022.

"O objetivo da doação de hoje é salvar vidas e acabar com a pandemia e fornecerá a base para ações adicionais a serem anunciadas nos próximos dias", informou a Casa Branca em comunicado. O presidente Joe Biden prepara hoje um pronunciamento para anunciar a doação.

As vacinas começarão a ser enviadas em agosto de 2021. A expectativa do governo dos Estados Unidos é de que, até o final do ano, 200 milhões de vacinas sejam entregues. Outras 300 milhões de doses devem ser enviadas no primeiro semestre de 2022.

*Com informações do portal UOL.

Jornal Midiamax