Cotidiano

Enquanto na Capital a 1ª dose acabou, na fronteira sobram vacinas contra o coronavírus; veja no Midiamax Diário

Polêmica envolvendo destinação de doses de vacina de aplicação única para a fronteira é destaque na edição desta segunda-feira

Humberto Marques Publicado em 05/07/2021, às 07h00

Versão impressa do Midiamax Diário pode ser encontrada nos terminais de ônibus e pontos de distribuição
Versão impressa do Midiamax Diário pode ser encontrada nos terminais de ônibus e pontos de distribuição - Reprodução

A edição desta segunda-feira (5) do Midiamax Diário traz reportagem que mostra o esforço de algumas das 13 prefeituras da fronteira que fazem parte do estudo sobre a aplicação da vacina da Janssen contra o coronavírus em atrair interessados; enquanto Campo Grande voltou a paralisar a aplicação da primeira dose por falta de vacinas.

A situação já havia sido alvo de protestos da Prefeitura de Campo Grande, que foi ao Ministério Público de Mato Grosso do Sul tentar, ao menos, ficar com a reserva de vacinas usadas no estudo com a vacina – que é de dose única.

O Midiamax Diário também fala do estudo da Fiocruz em Pernambuco que apontou os terminais de ônibus como líderes no contágio por Covid-19 e faz um balanço desde julho de 2020 sobre os efeitos da pandemia no Estado – de 85 mortos, já são mais de 8,3 mil. Além disso, o jornal explica o motivo do protesto de motoentregadores que se concentraram nos Altos da Afonso Pena neste domingo e fala do sequestro que terminou no assassinato de um jovem na fronteira com o Paraguai.

Versão impressa do Jornal Midiamax, o Midiamax Diário é distribuído gratuitamente nos terminais de transporte coletivo de Campo Grande e em cerca de 40 pontos na periferia. Você também pode ler a versão virtual da edição impressa logo abaixo ou, ainda, visitar nossa banca virtual no Issuu.

Jornal Midiamax