Cotidiano

Energisa coloca imóvel avaliado em R$ 1,1 milhão a leilão em Campo Grande

Prédio está parado desde que a Fundação Enersul foi incorporada pela EnergisaPrev

Gabriel Maymone Publicado em 21/09/2021, às 09h40

Sede da antiga Fundersul, na rua Brilhante
Sede da antiga Fundersul, na rua Brilhante - Reprodução

A Energisa — concessionária de energia elétrica que atende 74 cidades de Mato Grosso do Sul — colocou imóvel localizado no Bairro Amambaí, em Campo Grande, a leilão, com lance inicial de R$ 1.177.263,97.

Localizado na Rua Brilhante, 1544, o imóvel foi a sede da antiga Funersul (Fundação Enersul) e passou para as mãos da EnergisaPrev (Fundação Energisa de Previdência) em 2018.

Conforme nota no site da EnergisaPrev, a união se deu por conta da concessão, que a fez incorporar as responsabilidades sobre as previdências complementares das antigas empresas de energia que foram adquiridas pelo grupo, entre elas a Enersul. "Com isso, ganhamos em escala, reduzimos custos e aumentamos o poder de negociação junto ao mercado financeiro e de capitais".

O mesmo ocorreu com as fundações de outros estados como Paraíba, por exemplo. Assim, as operações da previdência complementar dos funcionários foi centralizada em Bragança Paulista, no interior de São Paulo. Dessa forma, esses imóveis ficaram parados. 

Conforme detalhes do anúncio de venda, o prédio na rua Brilhante possui 830 metros quadrados de área construída e o comprador pode pagar o valor financiado em até 9 anos. Os lances podem ser feitos até às 14h do dia 30 de setembro. Mais detalhes podem ser conferidos neste link.

A reportagem entrou em contato com a Energisa/MS e foi informada de que a responsabilidade pelo leilão é da EnergisaPrev.

Por outro lado, a EnergisaPrev foi procurada, mas não respondeu às solicitações de informações. O espaço segue aberto para manifestação.

Jornal Midiamax