Cotidiano

Empresa imobiliária é multada em R$ 10 mil por desmatar área de proteção permanente em cidade do MS

PMA autuou a empresa durante fiscalização nesta segunda

Ranziel Oliveira Publicado em 08/06/2021, às 17h43

Área afetada
Área afetada - (Foto: Divulgação / PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu multou uma empresa imobiliária no valor R$ 10 mil, por derrubar 4.000 m² em uma APP (Área de Preservação Permanente) na mata ciliar do Lago da Usina. A autuação foi efetuada durante uma fiscalização no entorno do Lago da Usina Sérgio Motta, na bacia do rio Pardo, a 20 km da cidade, nesta segunda (7).

O desmatamento ocorreu durante uma limpeza na área de um rancho de pesca, em uma propriedade da imobiliária. As atividades foram paralisadas no local da infração e o proprietário da imobiliária foi orientado a entrar com Prada (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada), junto ao órgão ambiental.

A empresa, com domicílio jurídico em Bataguassu, foi autuada administrativamente e fmultada em R$ 10.000,00. Os responsáveis responderão por crime ambiental, que prevê pena de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax