Cotidiano

Empresa é multada em R$ 16,5 mil por carga de madeira com documento falso

Motorista que levava a carga responderá por crime ambiental

Fábio Oruê Publicado em 02/08/2021, às 18h38

Medição da carga de madeira que perfez 55m³
Medição da carga de madeira que perfez 55m³ - Foto: Divulgação/ PMA

Empresa mato-grossense foi multada em R$ 16,5 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental) pelo transporte de uma carga de madeira que tinha documento irregular e informações falsas. O caminhão de transporte foi flagrado pela PM (Polícia Militar), no domingo (1º), na MS-276, entre Nova Andradina Batayporã. 

De acordo com a PMA, no local da abordagem, a equipe constatou que a Guia Florestal - documento ambiental obrigatório -  apresentada pelo motorista, já havia sido utilizada em viagem anterior, por estar com data de emissão e validade vencidas (sem valor).

Além disso, o documento estava com informações falsas, tendo em vista que a rota não eram condizente com o que constava no documento.

Constatada a infração, os policiais fizeram a medição da madeira que perfez 55m³, apreenderam o veículo e a carga e, também multaram a empresa proprietária da carga, com domicílio jurídico em Itanhanga (MT), em R$ 16,5 mil.

O motorista, de 53 anos, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, e responderá por crime ambiental, cuja pena prevista para este crime é de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax