Cotidiano

Em reunião, Prefeitura de Três Lagoas debate medidas restritivas com representantes do comércio

A gestão ouviu as reivindicações e estuda as próximas medidas

Ranziel Oliveira Publicado em 14/06/2021, às 13h00

Reunião foi realizada nesta segunda-feira
Reunião foi realizada nesta segunda-feira - (Foto: Divulgação / Prefeitura de Três Lagoas)

O município de Três Lagoas estuda quais serão as próximas medidas relacionadas as restrições. A Prefeitura de Três Lagoas através da SMS (Secretaria Municipal de Saúde), Procuradoria Jurídica do Município, Ministério Público e representantes do comércio local, participaram de uma reunião para discutir as medidas restritivas adotadas na cidade com à Bandeira Cinza, nesta segunda-feira (14).

Na última quinta-feira (10), o Prefeito Angelo Guerreiro enviou ao Governo do Estado uma justificativa técnica para que o Município não seja enquadrado na bandeira cinza, Decreto Normativo número 15.693 publicado no mesmo dia no Diário Oficial Eletrônico. Até o momento, o Estado não deu parecer ao documento que solicita o enquadramento de Três Lagoas na bandeira vermelha, de acordo com o Prosseguir.

Participaram da reunião representantes da Procuradoria do Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública de Três Lagoas, Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas – SINDIVAREJO; da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas – ACITL e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Regional Costa Leste – ABRASEL.

A prefeitura ouviu todas as reivindicações dos representantes dos setores, mediante as novas restrições impostas com a nova bandeira. O município estuda quais serão as próximas medidas a serem tomadas, e a expectativa é divulgar até o final do dia uma manifestação referente às solicitações apresentadas.

Jornal Midiamax