Cotidiano

Em ofício, MS pede ao Ministério da Saúde mais doses para vacinação contra Covid no Estado

Secretário estadual de Saúde ressaltou que MS enfrenta momento crítico da pandemia

Dândara Genelhú Publicado em 08/06/2021, às 15h34

None
Foto: Reprodução.

Enquanto enfrenta um momento crítico da pandemia, Mato Grosso do Sul tenta mais doses para imunizar contra a Covid-19. O Estado enviou ofício ao Ministério da Saúde, chefiado pelo ministro Marcelo Queiroga, solicitando aumento do percentual de doses de vacinas.

Com aumento de casos, mortes e internações causadas pela Covid-19, MS enfrenta um cenário preocupante da pandemia. Com a superlotação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) exclusivas para a doença, pacientes na lista de espera precisaram ser transferidos para outros estados, como Rondônia e São Paulo.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, o Estado precisa intensificar a vacinação para ter resultado adequado contra o avanço da doença em MS. “Nós precisamos avançar no processo de imunização de nossa população. Infelizmente, vivemos um momento dramático da doença em nosso Estado, não é o quadro que gostaríamos”.

No ofício, MS destaca que de janeiro a maio deste ano, o Estado saltou de 125 mil casos para mais de 300 mil confirmações de infecções pela Covid-19. Em junho, já foram confirmados quase 11 mil casos da doença. Também foi anexado no ofício o 48º relatório do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia).

Assim, o secretário informa que “não adianta lutarmos sozinhos, nós precisamos que a população entenda de uma vez por todas, que esta doença é séria. O vírus está ativo em nosso Estado com a presença de variantes, precisamos nos cuidar e não esquecer às medidas de biossegurança”. Então, ele reforça que é preciso manter o uso de máscaras, higienização das mãos e o distanciamento físico.

Jornal Midiamax