Cotidiano

Em dois dias, cerca de 500 motoristas realizam teste do bafômetro em MS durante operação

Em dois dias deste fim de semana de Operação Lei Seca em junção ao toque de recolher, cerca de 500 motoristas realizaram o teste do bafômetro, durante blitzs em Mato Grosso do Sul, sendo seis flagrados conduzindo embriagados. Conforme o Detran-MS (Departamento Nacional de Trânsito de Mato Grosso do Sul), na sexta-feira (29), foram feitos […]

Karina Campos Publicado em 01/02/2021, às 16h28

(Foto: Divulgação/Detran-MS)
(Foto: Divulgação/Detran-MS) - (Foto: Divulgação/Detran-MS)

Em dois dias deste fim de semana de Operação Lei Seca em junção ao toque de recolher, cerca de 500 motoristas realizaram o teste do bafômetro, durante blitzs em Mato Grosso do Sul, sendo seis flagrados conduzindo embriagados.

Conforme o Detran-MS (Departamento Nacional de Trânsito de Mato Grosso do Sul), na sexta-feira (29), foram feitos 151 testes de alcoolemia e 04 recusas no primeiro fim de semana. Já na segunda operação, realizada no sábado (30), em parceria com , foram realizadas 357 testes de alcoolemia e 14 recusas.

Das abordagens, seis condutores foram flagrados dirigindo sob influência de álcool, três condutores dirigindo sem possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação), três permissões de posse e condução de uma pessoa sem habilitação, uma desobedecia a ordens do agente, 27 CNH’s recolhidas, quatro carros removidos ao pátio, dois licenciamentos vencidos e um condutor sem o cinto de segurança.

Além disso, dois condutores foram detidos por embriaguez no volante, o motorista envolvido no crime de trânsito foi encaminhado pelos agentes de fiscalização de trânsito do Detran à DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.
O chefe da fiscalização do departamento, Otílio Ruben Ajala Junior, explica que o objetivo principal das ações é coibir o aumento de pessoas embriagadas e evitar assim os acidentes de trânsito. “Com isso, iremos diminuir os congestionamentos nos leitos de hospitais, o que é muito importante para a população, principalmente neste período de pandemia”, comenta.

A fiscalização é feira em parceria com a GCM (Guarda Civil Metropolitana) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e 1° Batalhão de Polícia Militar.

Jornal Midiamax