Cotidiano

Durante lockdown, Dourados tem novo fluxo de regulação na saúde

Atendimento para doenças não-respiratórias se concentrará em um único local

Adriel Mattos Publicado em 30/05/2021, às 19h11

None
Foto: Divulgação/PMD

Desde sábado (28), Dourados tem um novo sistema de atendimento na rede pública de saúde. Neste domingo (30), a cidade entrou em lockdown para frear o avanço da pandemia de Covid-19.

As novas regras foram anunciadas pelo prefeito Alan Guedes (PP) na quinta- (27). O Governo do Estado classificou a cidade com a bandeira cinza do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), quando há risco extremo de transmissão do novo coronavírus.

Com as mudanças, altera-se o fluxo da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e do Hospital da Vida. A UPA receberá os atendimentos encaminhados pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e, apenas após às 22h, casos de síndromes respiratórias.

O PAM (Pronto Atendimento Médico) continua como local de referência para atendimentos de síndromes respiratórias até as 22h, todos os dias da semana. Para demais atendimentos de baixa complexidade, que não sejam sintomas respiratórios, a população pode procurar a Seleta, todos os dias da semana, também até às 22h, após esse horário os atendimentos seguem no Hospital da Vida.

A prefeitura informou que os atendimentos nas unidades sentinelas continuam. O lockdown terá duração de duas semanas.

Jornal Midiamax