Cotidiano

Antes de morrer, paciente transferida de MS para RO recebeu alta da UTI e falou com parentes

Paciente estava se recuperando em enfermaria e teve AVC trombolítico

Marcos Morandi Publicado em 08/06/2021, às 07h55

Paciente foi transferida na última sexta-feira para um hospital de Porto Velho
Paciente foi transferida na última sexta-feira para um hospital de Porto Velho - Reprodução/Facebook

Antes de morrer Nice Menani, 52 anos, moradora de Dourados e paciente de covid-19 que estava internada em hospital de Porto Velho, Rondônia, chegou a falar com parentes. Ela chegou a receber alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e estava se recuperando em quarto de enfermaria.

Segundo informações apuradas pela reportagem do Midiamax, a paciente estava bem e chegou a entrar em contato com o marido já na enfermaria. Pouco depois ela teve AVC trombolítico (Acidente Vascular Cerebral) e não resistiu.

Uma fonte ligada à família disse que “marido está de cortar coração”. Os familiares em Dourados já estavam aguardando a volta da paciente quando foram surpreendidos com a informação da sua morte. “Hoje estão ás voltas com os documentos para trazer o Corpo”, informou a fonte.

De acordo com a Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), que administra a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e de onde ela foi transferida para Porto Velho na última sexta-feira (4), por falta de leito de UTI, o translado será feito pelo Governo do Estado.

Com sete óbitos registrados nesta segunda-feira (7), Dourados segue em Lockdown até o dia 12. A taxa de ocupação de leitos de UTI continua em 100%. Além disso, conforme boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, 35 pacientes ainda continuam na lista de espera por uma vaga.

Jornal Midiamax