Cotidiano

'Em declínio': MS tem menor média móvel de casos, mas 51 mortes em 24h

Boletim desta quarta-feira trouxe a confirmação de 1.711 contaminados e 51 mortes em 24h

Gabriel Maymone Publicado em 23/06/2021, às 11h20

MS apresenta queda nos números da covid
MS apresenta queda nos números da covid - Leonardo de França / Midiamax

"Temos alguns indicativos de que a doença está em declínio no Estado". Assim o secretário estadual de saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, abriu a live para divulgar o boletim da covid desta quarta-feira (23).

Os números mostram que MS tem a menor média móvel dos últimos 21 dias tanto  no número de casos confirmados como na quantidade de óbitos. São 1.370 novos casos confirmados, em média, nos últimos 7 dias e 40 mortes. 

Nas últimas 24h, o Estado registrou 1.711 novos casos de covid, chegando a 327.216 desde o início da pandemia.

Já em relação às mortes, foram 51 registradas no período e já totalizam 7.915 óbitos pela doença. Os municípios com mais mortes confirmadas nesta quarta-feira são: Campo Grande (30), Ponta Porã (3) e Dourados, Jardim, Terenos e Três Lagoas (2 cada).

Internações

Outro indicados que também está em queda é o número de pacientes com covid internados em MS. O novo boletim traz 1.033 pessoas em hospitais, sendo que 529 apresentam quadro de saúde grave e estão em UTIs (Unidade de Terapia Intensiva), sendo 433 internadas pelo SUS e 96 na rede privada.

Já, 504 estão em leitos clínicos, com 373 em leitos públicos e 131 em hospitais particulares. 

A taxa de ocupação está acima dos 100% somente na macrorregião de Campo Grande -  que inclui municípios como Sidrolândia, Aquidauana e Coxim. Na região de Dourados e Corumbá o indicador está em 93% e em 92% em Três Lagoas.

Jornal Midiamax