Cotidiano

Destruição de Mata Atlântica na fronteira gera multa de mais de mais de R$ 500 mil

A autuação aconteceu em uma propriedade rural de Aral Moreira, onde também foram apreendidas seis máquinas pesadas e um veículo Fiat Strada

Marcos Morandi Publicado em 08/12/2021, às 16h41

Uma parte das espécies foi enterrada no próprio local e a outra foi queimada
Uma parte das espécies foi enterrada no próprio local e a outra foi queimada - Divulgação

Uma operação coordenada pela Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis)  resultou em multa de  R$ 504 mil para uma empresa e um produtor rural da região de Aral Moreira.

A partir de denúncias, fiscais do Ibama constataram que uma área de mais 20 hectares de Mata Atlântica foi desmatada. No início da tarde desta quarta-feira (8) eles estiveram no local e fizeram a apreensão de seis máquinas e um veículo Fiat Strada.

Segundo informações apuradas pela reportagem do Midiamax, as máquinas, que inclui duas pás carregadeiras, duas esteiras, uma escavadeira e um trator pequeno,  foram utilizadas na retirada de árvores nativas para dar lugar ao plantio de soja e milho.

Uma parte das espécies foi enterrada no próprio local, enquanto que a outra foi queimada pela empresa contratada. Tanto a empresa responsável pelo desmatamento, quanto o proprietário da área de preservação ambiental receberam multas equivalente a R$ 252 mil.

Jornal Midiamax