Cotidiano

Confira lista: 38 cidades de MS não registraram mortes por coronavírus na última semana

Entre os municípios listados, há cidades que foram contempladas com o estudo de vacinação em massa

Mylena Rocha Publicado em 22/07/2021, às 12h20

Entre as cidades sem mortes, há cinco municípios que tiveram vacinação em massa.
Entre as cidades sem mortes, há cinco municípios que tiveram vacinação em massa. - Henrique Arakaki/Midiamax

Diante do avanço da vacinação, os indicativos da pandemia têm apresentado melhora em Mato Grosso do Sul. O Estado tem 74,4% da população adulta vacinada com ao menos uma dose e 38 cidades não registraram mortes por coronavírus na última semana. Entre os municípios listados, há cidades que foram contempladas com o estudo de vacinação em massa com doses da Janssen.

O levantamento foi feito pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), entre o dia 14 de julho e a quarta-feira (21). Na lista de cidades sem mortes por covid-19, estão cinco dos 13 municípios contemplados com o estudo de vacinação em massa: Caracol, Coronel Sapucaia, Japorã, Porto Murtinho e Sete Quedas. 

Também integram a lista de municípios sem óbitos: Alcinópolis, Anaurilândia, Bandeirantes, Brasilândia, Caarapó, Corguinho, Camapuã, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Fátima do Sul, Figueirão, Iguatemi, Itaporã, Jateí, Jaraguari, Juti, Laguna Carapã, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Nova Alvorada do Sul, Paraíso das Águas, Rio Brilhante, Rochedo, Rio Negro, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia, Selvíria, Sonora, São Gabriel do Oeste, Tacuru, Taquarussu e Vicentina.

Apesar da melhora significativa na pandemia em MS, o secretário estadual de saúde pede cautela. “Precisamos ficar atentos porque várias partes do mundo também tiveram esta queda, no entanto já houve um aumento de casos significativos nas últimas semanas”, disse Geraldo Resende. 

Mato Grosso do Sul apresenta melhora também na ocupação de leitos. O momento mais crítico nos hospitais foi registrado no dia 8 de junho, quando o Estado tinha 1.339 leitos ocupados. No boletim desta quinta-feira (22), o Estado registra 633 leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ocupados, demonstrando uma queda de 52,7% em seis semanas.

Imunidade coletiva

A imunização contra o coronavírus continua avançando em Mato Grosso do Sul e a SES já anunciou que o Estado pode ter, pelo menos, 60% da população adulta imunizada com as duas doses e 80% de vacinados com ao menos uma dose até o fim de agosto. 

O mês de agosto deve ser o ponto de partida para a retomada das atividades em Mato Grosso do Sul, mas ainda não é hora de relaxar. "Apesar desse avanço na vacinação, é preciso lembrar que a doença não está sob controle. Precisamos vacinar a população, ainda vai levar um tempo para que esta seja só uma página triste da nossa história. Esperamos acabar com isso em breve, para retornar a vida ao normal", disse o secretário municipal de saúde de Campo Grande, José Mauro Filho.

Jornal Midiamax