Cotidiano

Confiantes no protesto, ambulantes esperam arrecadar até R$ 1,2 mil no Dia da Independência

Camisetas, bandeiras, água, comida e refrigerante são itens à venda na Praça do Rádio Clube, em Campo Grande

Renata Volpe e Gabriel Silva Publicado em 07/09/2021, às 08h02

Bandeiras à venda para manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro
Bandeiras à venda para manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro - Henrique Arakaki, Jornal Midiamax

Os ambulantes já estão a postos na Praça do Rádio Clube, localizada na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande e esperam arrecadar até R$ 1,2 mil vendendo camisetas e bandeiras no feriado da Independência do Brasil, nesta terça-feira (7).

Antes das 8h, os ambulantes já estavam vendendo água, comida, bandeiras e camisetas do Brasil. O autônomo, Fernando Pão, 39 anos, vende bandeiras, com preços que variam entre R$ 10 e R$ 50, os valores dependem do tamanho. “Hoje estou aqui para aproveitar e ganhar uma grana extra. A expectativa é boa, se vender tudo vou arrecadar cerca R$ 1,2 mil”.

Antônio Silvério Júnior também é autônomo, mas no dia a dia trabalha com outro ramo. Hoje, aproveitou para tentar arrecadar dinheiro vendendo salgados, água e refrigerante. “Preparei os salgados só para o protesto. A manifestação é boa para a gente conseguir ganhar um dinheiro a mais”.

Pai e filho, Carlos Eduardo, de 17 anos, e Silvio Reis Ferreira, de 52, estenderam um varal e colocaram à venda camisetas do Brasil. Silvio conta que não trabalha com isso, mas vê a oportunidade para tirar um extra. “Vendi pela primeira vez na Copa do Mundo. Pelo jeito que está, espero vender tudo”.

Segundo o ambulante, caso ele volte para casa sem nenhuma camiseta, deve lucrar R$ 600. “As pessoas já estão comprando, param o carro e levam a camiseta”.

Jornal Midiamax