Cotidiano

Comerciante coloca fogo em amontoado de lixo após limpar terreno e acaba multado em R$ 2 mil

PMA flagrou o incêndio e ordenou que o fogo fosse apagado

Fábio Oruê Publicado em 03/10/2021, às 17h24

Homem precisou levar o restante do lixo e descartar em local adequado
Homem precisou levar o restante do lixo e descartar em local adequado - Foto: Divulgação/ PMA

Um comerciante de 39 anos foi denunciado e foi multado em R$ 2 mil por incêndio em vegetação em terreno baldio urbano, pela PMA (Polícia Militar Ambiental), em Jardim. Moradores do centro da cidade acionaram os policiais, para denunciar o comerciante que colocava fogo em vegetação e resíduos de limpeza do terreno.

A PMA foi até o local e encontraram o denunciado, que colocava fogo em vegetação da limpeza em diversos amontoados e resíduos sólidos que havia no terreno baldio. O incêndio provocou grande quantidade de fuligem e fumaça, que dispersa no ar, espalhou-se nas imediações causando incômodos à vizinhança de várias residências na região.

A PMA ordenou a extinção do fogo e orientou que os materiais ainda não incendiados fossem levados para local adequado. Os trabalhos fazem parte da operação Prolepse de prevenção aos incêndios em Mato Grosso do Sul, operação esta, que já aplicou mais de R$ 30 milhões em multas por incêndios urbanos e rurais.

Jornal Midiamax