Cotidiano

Com UTIs lotadas, Campo Grande tem 40% de pacientes de cidades vizinhas, aponta Sesau

Ao todo, são 237 pacientes vindos do interior e internados na Capital

Gabriel Neves Publicado em 02/06/2021, às 09h19

Porcentagem representa pacientes transferidos ou que procuram atentimento por conta própria.
Porcentagem representa pacientes transferidos ou que procuram atentimento por conta própria. - (Foto: Arquivo/Midiamax)

Um relatório da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) aponta que 40% dos pacientes internados nas UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) para tratar a covid-19 em Campo Grande são de outros municípios. O dado é referente ao período entre os dias 22 a 28 de maio e reflete a situação nesta quarta-feira (02) na Capital, que enfrenta leitos lotados. 

Um relatório obtido pela reportagem mostra que de todos os pacientes internados em UTIs adultas da capital, 237 moram em municípios do interior, “isso acaba favorecendo a lotação de leitos aqui (Campo Grande)”, comentou a superintendente da Sesau, Eliana Delanora, que confirmou a informação.

Delanora explica que esses pacientes chegam a Campo Grande de duas formas, transferidos ou por conta própria, “não tenho os dados exatos, mas podemos dizer que uns 20% são transferidos e 20% por conta própria”.

Os transferidos são pacientes que procuraram atendimento médico em seu município e por algum fator precisam ser encaminhados para Campo Grande, seja por lotação ou falta de recursos.

O restante são pessoas que residem no interior, mas procuram atendimento nas unidades de saúde da capital por conta própria, em diversos casos, essas pessoas acabam precisando de internação e são encaminhadas para unidades hospitalares.

“Não podemos esquecer que atendemos diversos municípios que fazem parte da nossa macrorregião”, comentou a superintendente. Confira abaixo a quantidade depacientes de cada município internado em Campo Grande.

Jornal Midiamax