Cotidiano

Com todas as doses disponíveis, vacinação continua nesta quarta

Além da Central de Vacinação, Dourados conta com mais dois locais de atendimento das 7h30 às 20h

Marcos Morandi Publicado em 27/10/2021, às 06h45

Imunização começa a partir das 7h30  na Central de Vacinação de Dourados
Imunização começa a partir das 7h30 na Central de Vacinação de Dourados - Midiamax/Arquivo

A imunização contra a Covid-19 tem continuidade nesta quarta-feira (27) em Dourados. O atendimento acontece em três lugares diferentes, com aplicação da 1ª a 3ª dose dos imunizantes disponíveis.

O cronograma tem início às 7h30 na Central de Vacinação e atende adolescentes de 12 a 17 anos, pessoas com 18 anos ou mais, gestantes, puérperas e lactantes que ainda não receberam a 1ª dose.

No período da tarde, das 15h às 20h, o setor de imunização da Prefeitura de Dourados mantém o cronograma, com atendimento do mesmo grupo. Nesse horário, a vacinação acontece nas unidades de saúde CSU e Santo André.

A aplicação da segunda dose (D2) nas pessoas que tomaram a D1 da Pfizer e Coronavac até o dia 1º de outubro, nos mesmos locais, e quem foi vacinado até 1º de setembro com a AstraZeneca também recebe o imunizante. A apresentação de um documento com foto, CPF e comprovante da vacinação anterior é obrigatória.

A aplicação da terceira dose (D3), segundo a Prefeitura, acontece na Central de Vacinação, anexa ao Pavilhão de Eventos e também nas unidades de saúde CSU e Santo André, das 7h30 às 16h30 e também das 15h às 20h.

Primeiramente, serão imunizados os trabalhadores de saúde com 18 anos ou mais que tomaram a D2 até o dia 27 de junho. Em seguida, serão atendidas as pessoas com 60 anos ou mais que também foram imunizadas com a D2 neste mesmo período.

As pessoas que convivem com comorbidades imunológicas que tomaram a D2 até o dia 27 de setembro também serão atendidas. O setor de imunização lembra que para ter acesso à dose de reforço é necessária a apresentação de um documento com foto, CPF, comprovante da dose 2 e holerite, para os trabalhadores da saúde.

Jornal Midiamax