Cotidiano

Com nova onda de frio, prefeitura amplia profissionais para abordagem de rua

Equipes da SAS irão ajudar com cobertores e acolhimento a pessoas em situação vulnerável

Felipe Ribeiro Publicado em 27/07/2021, às 15h30

Os grupos de abordagem são formados por educadores sociais e psicólogos
Os grupos de abordagem são formados por educadores sociais e psicólogos - (Foto: Divulgação/PMCG)

Com a nova onda de frio chegando a partir desta terça-feira (27) em Campo Grande, a Prefeitura Municipal decidiu ampliar o número de pessoas que irão atuar no (SEAS) Serviço Especializado em Abordagem Social. Agora, serão 4 profissionais a mais, totalizando 12, que integrarão as equipes que abordam pessoas em situação de rua.

Os grupos são formados por educadores sociais e psicólogos, e fazem parte de ações que ocorrem 24 horas por dia, por meio de buscas e através de denúncias da população. As medidas acontecem em diversos pontos da área central, viadutos e próximo ao antigo terminal rodoviário.

O objetivo é a saída dessas pessoas das ruas, embora exista uma parcela que recusa os serviços, principalmente devido ao uso de substâncias psicoativas. Nesses casos, as equipes entregam cobertores e programam novas abordagens na tentativa de concluir o acolhimento.

Apesar das rejeições, no inverno a aceitação pelo acolhimento aumenta 20%, em média. Já no Centro POP, onde é realizada a triagem para o encaminhamento às unidades, a procura espontânea cresce 50%.

Quem se interessar no auxílio às equipes pode fazer contato com os responsáveis por meio dos telefones (67) 98404-7529 ou 98471-8149, que funcionam de forma ininterrupta.

Jornal Midiamax