Cotidiano

Com mentoria do palhaço Sorryzo, alunos de Rochedinho participam de oficina circense na escola

'Gran Finale' será uma apresentação de circo no fim do ano escolar

Fábio Oruê Publicado em 09/09/2021, às 17h08

Oficinas acontecem durante as aulas de arte
Oficinas acontecem durante as aulas de arte - Foto: Divulgação/ PMCG

Alunos da Escola Municipal Agrícola Barão do Rio Branco, no distrito de Rochedinho, vão participar de uma oficina circense durante as aulas de Artes, com confecção de materiais de circo e a apresentação de um espetáculo. 

De acordo com a prefeitura, a ação é uma parceira do artista Marcos Rodrigues, o palhaço Sorryzo, que irá ministrar as aulas, com a direção escolar.  Além de construir seus próprios instrumentos circenses, o objetivo do projeto é levar saúde emocional e alegria para as crianças no retorno presencial escalonado das aulas, que teve início no dia 26 de julho.

A programação das aulas tem treinamento para uma apresentação circense, que será realizada em dezembro na escola, no fim do ano letivo.

As aulas são ministradas duas vezes por semana, como parte da disciplina de artes. “Os alunos ficaram muito felizes, porque é uma escola que fazemos de tudo para sair da monotonia, do cotidiano. A ideia é deixar a escola mais atrativa e interessante, onde as crianças têm interesse em participar”, afirmou o diretor Francisley Galdino.

A ação é um projeto piloto e nela o artista circense irá trabalhar em conjunto com os professores de artes para acompanhar o desempenho dos alunos. “O circo melhora o desempenho escolar, a questão da disciplina, reflexo, raciocínio lógico e também desperta a curiosidade”, opinou o artista Marcos Rodrigues.

Para os alunos, a aula também proporciona emoção e momentos de alegria. “Achei muito legal, engraçado. Gostei muito das brincadeiras que ele fez com aquela bicicleta de uma roda [monociclo]. Tenho vontade de fazer aulas de circo”, afirmou a aluna Rafaela de Araújo de Almeida, de 8 anos.

Jornal Midiamax