Cotidiano

Com lockdown perto do fim, Dourados deixa “risco extremo de contágio”

Medida restritiva acaba no dia 12 e prefeito já declarou que não pretende prorrogar decreto

Marcos Morandi Publicado em 09/06/2021, às 06h25

Guarda Municipal orienta motorista durante lockdown em Dourados
Guarda Municipal orienta motorista durante lockdown em Dourados - GMD/Divulgação

Depois de figurar a lista de cidades com bandeira cinza, onde permaneceu por duas semanas, Dourados volta a ser classificado pelo Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia), com bandeira vermelha. A nova posição representa um certo alívio, mas não diminui o risco de contágio do coronavírus.

Com a reclassificação, a cidade pode inclusive ampliar o toque de recolher, que passar a ser das 21h às 5h, como estava antes da medida de lockdown decreto pelo prefeito Alan Guedes (PP), que começou no dia 309 de maio e chega ao fim no próximo sábado (12).

“A prefeitura de Dourados não prorrogará o lockdown, isso não está no nosso radar, não é nosso objeto de estudo. Tomamos essa medida na semana passada de maneira muito incisiva. Assinamos o decreto e no dia 13 esse terminará”, explicou Alan Guedes.

Ele ressaltou, entretanto, que um novo decreto será publicado com novas medidas restritivas, sem o ‘fecha tudo’. “Vamos publicar um novo decreto, mas sem lockdown. Acreditamos muito que essas ações que estão sendo tomadas, serão efetivas para mitigar os efeitos da pandemia”, afirmou o prefeito.

Jornal Midiamax