Com doses de reforços, fronteira de MS tem dia ‘D’ de vacinação neste sábado

Ponta Porã foi escolhida para abrir oficialmente a imunização nos treze municípios
| 11/12/2021
- 14:50
Representante do Ministério da Saúde fez o lançamento da campanha na fronteira
Representante do Ministério da Saúde fez o lançamento da campanha na fronteira - Divulgação

Neste sábado (11), Ponta Porã, distante 320 quilômetros de Campo Grande, realiza o Dia “D” da campanha de imunização com a dose de reforço da vacina da Janssen. As ações também incluem entrega de equipamento e anúncio da construção da nova ala de enfermaria com 30 leitos no Hospital Regional “Dr. José de Simone Netto”.

Segundo o secretário estadual de Saúde, , Ponta Porã foi escolhida para abrir oficialmente a imunização nos 13 municípios do Estado da região de fronteira e nos outros 66 municípios que receberam as doses do imunizante da Janssen.

O evento acontece no Centro de Convenções Baltazar Saldanha e contará com a presença do secretário estadual de Saúde Geraldo Resende e da secretária extraordinária de Enfrentamento à do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo. Ela é de MS já foi a diretora-presidente do Hospital Regional Maria Aparecida Pedrossian.

Na sequência, às 11h00, Resende fará o lançamento da obra de ampliação do Hospital Regional “Dr. José de Simone Netto”, que consistirá na construção de uma ala que vai abrigar uma nova enfermaria, com capacidade para 30 leitos. Também fará a entrega de um moderno arco cirúrgico.

Vacinas

Mato Grosso do Sul recebeu do Ministério da Saúde, na quarta-feira (8), 200.200 doses de vacina da Janssen, que serão utilizadas como D2 (segunda dose, ou de reforço). A expectativa é que nos próximos dias cheguem mais 37.061 unidades, para que todos os sul-mato-grossenses que tomaram a primeira dose possam completar seu ciclo vacinal.

Para essa nova etapa de vacinação, Ponta Porã, um dos municípios que integram a fronteira, recebeu 39.020 doses e Corumbá foi contemplada com 26.400. Fora da lista dos 13 municípios da fronteira, Campo Grande recebeu 33.240 unidades; Dourados, 10.095; e Três Lagoas, 6.095.

“Considerando esta nova variante, a Ômicron, é importante que todos os sul-mato-grossenses completem o seu esquema vacinal para que nós continuemos despontando como um dos Estados onde as pessoas valorizam suas vidas e a de seus semelhantes e que poderá, em breve, comemorar a vitória final contra esse mal terrível, que é o coronavírus”, destaca Geraldo Resende.

Veja também

Bazar tem 6 mil itens entre roupas, calçados, acessórios, brinquedos, livros e itens de casa

Últimas notícias