Cotidiano

Com dispensa de licitação, Dourados quer contratar médicos para a UPA e Hospital da Vida

Termo foi publicado em Diário Oficial do Município desta quinta-feira e é assinado pelo diretor da Funsaud

Marcos Morandi Publicado em 25/06/2021, às 11h23

Proposta foi aprovada pelo Conselho Curador da Funsaud , órgão vinculado à Prefeitura de Dourados
Proposta foi aprovada pelo Conselho Curador da Funsaud , órgão vinculado à Prefeitura de Dourados - Marcos Morandi

Para garantir médicos plantonistas na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e também no Hospital da Vida, a Prefeitura de Dourados, por meio da Funsaud (Fundação dos Serviços de Saúde de Dourados) autorizou um contrato emergencial com empresa especializada na prestação de serviços médicos.

Segundo o termo de dispensa de licitação publicado em Diário Oficial, a Funsaud irá pagar R$ 2.219.968,00 à Equipe Assistência Médica LTDA., de Várzea Grande, com disponibilização de plantonistas e médico intensivista para atendimento na UPA.

Pelos termos estabelecidos com a empresa terceirizada, os serviços médicos serão oferecidos em “regime de plantão de 12 horas, para atender a população do Município Dourados e também das cidades que fazem parte da macrorregião”.

A reportagem do Midiamax apurou que a contratação é resultado de uma reunião extraordinária do Conselho Curador da Funsaud, que autorizou em caráter emergencial, a contratação de médicos intensivistas e generalistas para cumprirem os plantões do maior hospital público do interior do Estado.

Os recursos para o pagamento devem estar previstos nos valores que são repassados pelo município para a entidade todos os meses. As normas técnicas e os editais para a chamada pública que poderá ser individual ou através de uma empresa, deverão ser publicadas nos próximos dias.

Jornal Midiamax