Cotidiano

Com 'boom' de contratações em mercados, MS fecha outubro com alta de 38% na geração de empregos

No acumulado do ano, Estado criou 37,2 mil novos postos de trabalho

Gabriel Maymone Publicado em 02/12/2021, às 09h23

Contratações em mercados puxaram alta na geração de empregos em MS
Contratações em mercados puxaram alta na geração de empregos em MS - Leonardo de França / Midiamax / Arquivo

O 'boom' de contratações em mercados e setores ligados à atividade como limpeza fez Mato Grosso do Sul registrar alta de 38% na geração de emprego formal no mês de outubro, segundo dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

Conforme os dados, foram 24.227 contratações e 20.812 desligamentos em outubro, perfazendo saldo de 3.415 novos postos de trabalho. O aumento é de 38% na comparação com setembro, que registrou 2.463 empregos formais criados.

No acumulado deste ano, já foram criados 37.268 trabalhos com carteira assinada no Estado, sendo 239.439 admissões e 202.171 desligamentos.

Assim, os setores da economia que tiveram as maiores ampliações no número de postos de trabalho criados em outubro foram o de serviços e o comércio, puxado principalmente pelas contratações em supermercados.

O setor de serviços contratou 9.219 trabalhadores e demitiu 7.932, com saldo positivo de 1.287. O segmento de limpeza em prédios e em domicílio e outros tipos de limpeza somaram saldo de 258 novos postos de trabalho.

Já o comércio, que iniciou recuperação com expectativa sobre as vendas de fim de ano, registrou 6.934 contratações e 5.775 demissões, com saldo positivo de 1.159. Supermercados e hipermercados foram responsáveis por ampliação de 253 empregos formais criados. Artigos de vestuário ampliaram em 189 o número de postos de trabalho.

Em seguida, aparecem os setores de construção, com saldo de 565 trabalhos com carteira de trabalho assinada, agropecuária, com saldo de 212, e indústria, com 192 novos postos de trabalho em outubro.

Jornal Midiamax